Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
A poesia é água cristalina, sacia a sede, alimenta o espírito. Já não posso mais dizer se ela quem me habita ou o contrário. Como explicar sobre? A escrita é uma lâmina afiada, um vulcão, ou apenas ilha de águas mornas, banha pés descalços... Nunca quis definir a poesia, melhor esquecer-se das explicações. Escrever passou a ser janela exposta, que por hora, mantêm-se aberta ao mundo de quem lê. *** Mineira/Paulistana/ Poeta, Escritora, Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão Empresarial. Laureada com o III Prêmio Canon de Literatura e Poesia em 2010. Márcia Christina Lio Magalhães é Sócia-Fundadora da Academia de Letras Juvenal Galeno, onde ocupa a Cadeira nº 10. Diretora de Relações Culturais da ALJUG. Membro da ACE - Associação Cearense de Escritores. Este Blog é dedicado a todos os amantes da poesia e que possamos através dela, unir horizontes, atravessar oceanos, iluminar os corações, alegrar os solitários, apaziguar a alma, multiplicar as amizades, eternizar as emoções. Sejam bem vindos!*** Livros Publicados: POETAR É PRECISO - 1° edição 2010 ** A PELE QUE HABITO - 1° edição 2013.

22 de out de 2010

Nota

"Que me dera o sol
O vento ou um pouco de brisa
Um contentamento
Uma poesia
Um sorriso, um afago...
Que me dera o mar e todo o seu alento,
dá-me tão somente o som de uma nota fria..."

(Márcia Cristina Lio Magalhães)


18 de out de 2010

Verso Mudo

Foto: M.C.L.M



E o dia se fez noite
Treva clama os brandos da saudade
Naves, barcos suicidas
Cais, marinhas sem sinal
Morte, dunas são escribas!
Verbo se fez carne afinal...

Chora, sangra a ferida
Rios, margem sem farol
Pouco ou nada gritas!
Cala, morre por punhal...

Nada é mais verdade que o silêncio...
Tolo forasteiro os relógios
Marcam tempo cada sílaba
Da boca escarnada, sem vida...

Penso, esqueço, me levanto
Deito, durmo, ouço, canto...
Porque a terra chora, clama!
Mas não sonha...

Versos mudos, lamparinas...
Céus sem nuvens
Campo vasto!
Ver-te em gotas nas esquinas,
Rosa em pétalas me desfaço...

(Márcia Cristina Lio Magalhães)