Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
A poesia é água cristalina, sacia a sede, alimenta o espírito. Já não posso mais dizer se ela quem me habita ou o contrário. Como explicar sobre? A escrita é uma lâmina afiada, um vulcão, ou apenas ilha de águas mornas, banha pés descalços... Nunca quis definir a poesia, melhor esquecer-se das explicações. Escrever passou a ser janela exposta, que por hora, mantêm-se aberta ao mundo de quem lê. *** Mineira/Paulistana/ Poeta, Escritora, Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão Empresarial. Laureada com o III Prêmio Canon de Literatura e Poesia em 2010. Márcia Christina Lio Magalhães é Sócia-Fundadora da Academia de Letras Juvenal Galeno, onde ocupa a Cadeira nº 10. Diretora de Relações Culturais da ALJUG. Membro da ACE - Associação Cearense de Escritores. Este Blog é dedicado a todos os amantes da poesia e que possamos através dela, unir horizontes, atravessar oceanos, iluminar os corações, alegrar os solitários, apaziguar a alma, multiplicar as amizades, eternizar as emoções. Sejam bem vindos!*** Livros Publicados: POETAR É PRECISO - 1° edição 2010 ** A PELE QUE HABITO - 1° edição 2013.

7 de nov de 2012

Soneto a Orfeu

Eu te peço, acompanha o mar
Segue aquela estrela que te olha
Faz da correnteza morna
Seta a te guiar...

Eu te peço,
Que queiras as flores e os vasos,
Que esperes no porto pelos barcos
Teus olhos, hei de encontrar...

Eu te entrego os meus rochedos
Meu vento, minhas tempestades!
Vem tocar as mãos nos meus cabelos
Já é noite em alto mar...

Nesta maresia de tropeços
Onde o amor pleno me transborda
Plácida lucidez, que me importa?
Volta! Vem me buscar...

(Márcia Christina Lio Magalhães)
Poema do Livro: A Pele Que Habito

6 comentários:

  1. Boa tarde de domingo pra ti querida Márcia, estou dando uma passadinha e espiadinha para matar saudade de ti e dessas maravilhas que são tuas poesias. Deixar um aceno, uma palavra, um pontinho... Olha, se pudesse deixaria meu coração por aqui a flutuar, embriagado em meio as tuas idéias, prosas, poesias e comentários. Tu continuas a ser a estrela da escrita a guerreira da luz, a amiga lutadora pelos ideais das letras que brotam como água pura na fonte.Grande beijo de carinho da amiga Zyzy pra amiga Márcia.

    ResponderExcluir
  2. Feliz com tua presença Assis!!

    Carinhoso abraço!

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga Zyzy, que felicidade encontrá-la por aqui hoje, saudades enormes de ti!! Que bom que deu "notícias"...
    Agradeço a generosidade das palavras, é com elas e por elas que ainda "teimo" escrever... ;-)

    Um grande beijo amiga querida!!

    ResponderExcluir
  4. Boa noite querida amiga Márcia, olha eu novamente por aqui. Não sei se foi o vento, teu chamado mudo, tuas poesias, nossa afinidade com as palavras que me trouxeram para este cantinho nada frio, nada impessoal, ao contrário com jeitinho de cidade do interior; onde uma prosa nos espera na beirada do fogão a lenha. Vim tomar café e deixar muitos beijos de saudade. Continue em tua teimosia que a poesia e os leitores agradecem. Beijoooos!

    ResponderExcluir
  5. Zyzy minha amiga, muito a estimo! Espero que estejas bem e com saúde!! Me mande um email contando o que anda fazendo... E por favor NÃO SOME MAIS!! rsrs...

    Um grande e especial abraço!

    ResponderExcluir

Olá, fico feliz que estejas aqui! Agradeço por deixar um aceno, uma palavra, um pontinho que seja da tua opinião.
Faz deste cantinho teu também e volta, sempre! Deixo um beijo, com sorriso... Márcia Magalhães