Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
A poesia é água cristalina, sacia a sede, alimenta o espírito. Já não posso mais dizer se ela quem me habita ou o contrário. Como explicar sobre? A escrita é uma lâmina afiada, um vulcão, ou apenas ilha de águas mornas, banha pés descalços... Nunca quis definir a poesia, melhor esquecer-se das explicações. Escrever passou a ser janela exposta, que por hora, mantêm-se aberta ao mundo de quem lê. *** Mineira/Paulistana/ Poeta, Escritora, Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão Empresarial. Laureada com o III Prêmio Canon de Literatura e Poesia em 2010. Márcia Christina Lio Magalhães é Sócia-Fundadora da Academia de Letras Juvenal Galeno, onde ocupa a Cadeira nº 10. Diretora de Relações Culturais da ALJUG. Membro da ACE - Associação Cearense de Escritores. Este Blog é dedicado a todos os amantes da poesia e que possamos através dela, unir horizontes, atravessar oceanos, iluminar os corações, alegrar os solitários, apaziguar a alma, multiplicar as amizades, eternizar as emoções. Sejam bem vindos!*** Livros Publicados: POETAR É PRECISO - 1° edição 2010 ** A PELE QUE HABITO - 1° edição 2013.

26 de jan de 2011

Pensamentos (II)

‎"A amizade verdadeira é fácil de identificar:
O amigo não só está ao seu lado nas horas difíceis,
bem como suporta a tua felicidade e o teu sucesso..."


(Márcia Cristina Lio Magalhães)

12 comentários:

  1. Querida Márcia.
    E nunca te esqueças que eu sou um verdadeiro teu amigo. E também te tenho em consideração.
    Meu beijo e meu carinho de sempre.
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. é tem amizade que não suporta a felicidade,


    beijo

    ResponderExcluir
  3. Nem precisava dizer querido Gil!! Sei bem o quão verdadeiro e presente tu és!

    Obrigada pela tua amizade, mais que verdadeira, especial!

    ResponderExcluir
  4. Como tem Assis...infelizmente!

    Obrigada pela presença sempre importante aqui no blog.

    Abs...

    ResponderExcluir
  5. Grande aforismo!
    Para os de alma pequena, é difícil suportar a felicidade alheia. Preferem ver a tristeza estampada nos rostos alheios. Bela advertência.
    Beijo grande,

    Ivan Bueno
    blog: Empirismo Vernacular
    www.eng-ivanbueno.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. De fato, não é uma "advertência" Ivan é uma conclusão por percepção das coisas no decorrer da minha vida...

    Feliz em tê-lo aqui de novo! Volta sempre, és muito bem-vindo!!
    E não se esqueça do que conversamos no FB, pondera as possibilidades.

    Um abraço, com sorriso...

    ResponderExcluir
  7. CONVITE
    Passei aqui lendo o que tem pra ler. E observando o que tem para observar. E Exaltando o que tem de ser Exaltado. Estou lhe desejando um Tempo de Harmonia e de muita Inspiração. Entendo ter um blogue Agradavel, muito bom e Interessante. Eu, também tenho um. Muito Simplório por sinal. E estou lhe Convidando a Visitá-lo e, mais. Se possivel Seguirmos juntos por eles. Estarei Muito Grato esperando por Você lá.
    Abraços de verdade e, fique com DEUS

    ResponderExcluir
  8. Obrigada José Maria pela visita!!
    Volta sempre, és muito bem vindo!!

    Em tempo vou visitá-lo sim...

    abs...

    ResponderExcluir
  9. Má,
    amigo que não aguenta a felicidade de outro amigo só pode ser invejoso.
    mas eu acho, contudo, que a amizade vê-se mais quando nós estamos mesmo mal...porque para a risada, copos e alegria há sempre "amigos" para nos acompanhar, para dividir connocso. agora no tempo das lágrimas...
    beijo , Má.

    ResponderExcluir
  10. Tem toda razão Em@!

    Na alegria assim como na adversidade, quem está ao seu lado verdadeiramente é teu amigo!!

    Um beijo querida!

    ResponderExcluir
  11. Amigos são tão raros que por vezes podemos contá-los nos dedos de uma só mão.

    ResponderExcluir

Olá, fico feliz que estejas aqui! Agradeço por deixar um aceno, uma palavra, um pontinho que seja da tua opinião.
Faz deste cantinho teu também e volta, sempre! Deixo um beijo, com sorriso... Márcia Magalhães