Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
A poesia é água cristalina, sacia a sede, alimenta o espírito. Já não posso mais dizer se ela quem me habita ou o contrário. Como explicar sobre? A escrita é uma lâmina afiada, um vulcão, ou apenas ilha de águas mornas, banha pés descalços... Nunca quis definir a poesia, melhor esquecer-se das explicações. Escrever passou a ser janela exposta, que por hora, mantêm-se aberta ao mundo de quem lê. *** Mineira/Paulistana/ Poeta, Escritora, Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão Empresarial. Laureada com o III Prêmio Canon de Literatura e Poesia em 2010. Márcia Christina Lio Magalhães é Sócia-Fundadora da Academia de Letras Juvenal Galeno, onde ocupa a Cadeira nº 10. Diretora de Relações Culturais da ALJUG. Membro da ACE - Associação Cearense de Escritores. Este Blog é dedicado a todos os amantes da poesia e que possamos através dela, unir horizontes, atravessar oceanos, iluminar os corações, alegrar os solitários, apaziguar a alma, multiplicar as amizades, eternizar as emoções. Sejam bem vindos!*** Livros Publicados: POETAR É PRECISO - 1° edição 2010 ** A PELE QUE HABITO - 1° edição 2013.

20 de jul de 2011

Acorda, Vem Olhar a Lua...

"Neste mundo de sonhos
Onde a vida é mais sonhada que vivida;
Há de haver em algum caminho de certo
Pegadas invisíveis...
Como gritos parados no ar...
Quem tiver ouvidos, ouça!
Quem não tiver coração,
Que se cale..."

(Márcia Cristina Lio Magalhães)
Livro: Poetar

8 comentários:

  1. Minha querida Márcia.
    Olhar a lua já é bom. Se a companhia agradar, melhor ainda. Se for assim como nesse barco no meio da água e com essa música, é bom demais.
    Meu beijo e meu carinho de sempre.
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. Verdade amigo Gil!!

    Soube a pouco por uma amiga nossa, que tu não andou bem de saúde... Espero que estejas melhor!!
    Torço por vc amigo e pela tua felicidade!!

    Imenso abraço!!

    ResponderExcluir
  3. Ah Má, minha querida amiga,,, que seria de nós sem os sonhos... eu que o diga!! rsrs
    Vivo mais na lua que na terra pois lá é onde eu consigo chegar perto de quem eu amo já que a terra e o mar teimam em nos separar!! E é por isso que eu falo!! rsrsrs escrevo e escrevo!! rsrs
    Um beijo grande minha querida! Uma semana feliz e abençoada! Ro

    ResponderExcluir
  4. Amiguinha,
    Melodia sentimental tá no meu dossiê poético, choro de ouvir. E sorrio sempre que venho aqui...

    Abraço das montanhas de Minas pros mares do Ceará,
    Pedrim.

    ResponderExcluir
  5. Rô minha querida, sonhar é preciso!! ;-)

    Uma linda semana pra ti tbm, meu carinho imenso!!

    beijo,

    ResponderExcluir
  6. Essa música sem dúvida, uma das melodias mais lindas que já ouvi, não canso de ouvir...rs

    Imenso abraço Pedrim, do serrado, do sol, do mar sem fim...

    ResponderExcluir
  7. Manhã
    Somos pela manhã
    um projeto de poesia
    delineada em metáforas
    para representar o que
    os sons das palavras
    não conseguem gritar
    pela alma.

    Somos leitor e poeta,
    figuras desenhadas
    no fim de tarde
    correndo por entre
    as ruas
    a traçar histórias
    e melodias.

    Somos silenciosos e
    conspiradores como
    a noite
    que em segredo
    evidencia maliciosamente
    nossos planos.

    Somos um desenho horizontal
    como a madrugada,
    contínua em insônia,
    nem muito maléfica
    e nem muito pacífica.

    Somos uma viagem eterna,
    uma espiral a
    esperar pelo amanhecer.

    Manoel Vinícius Souza
    (um bom seguidor da tua poesia)

    ResponderExcluir
  8. Caríssimo Manoel Vinícius, obrigada pela partilha deste belo poema.

    "Somos silenciosos e
    conspiradores como
    a noite..."

    Sê bem vindo! Faz deste cantinho teu também, e volta!!

    Está rolando um Sorteio, leia no alto da página. Se já és Seguidor do Blog, é só participar, se desejar...

    Imenso abraço,

    ResponderExcluir

Olá, fico feliz que estejas aqui! Agradeço por deixar um aceno, uma palavra, um pontinho que seja da tua opinião.
Faz deste cantinho teu também e volta, sempre! Deixo um beijo, com sorriso... Márcia Magalhães