Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, SP, Brazil
A poesia é água cristalina, sacia a sede, alimenta o espírito. Já não posso mais dizer se ela quem me habita ou o contrário. Como explicar sobre? A escrita é uma lâmina afiada, um vulcão, ou apenas ilha de águas mornas, banha pés descalços... Nunca quis definir a poesia, melhor esquecer-se das explicações. Escrever passou a ser janela exposta, que por hora, mantêm-se aberta ao mundo de quem lê. *** Mineira/Paulistana/ Poeta, Escritora, Administradora de Empresas, Pós Graduada em Gestão Empresarial. Laureada com o III Prêmio Canon de Literatura e Poesia em 2010. Márcia Christina Lio Magalhães é Sócia-Fundadora da Academia de Letras Juvenal Galeno, onde ocupa a Cadeira nº 10. Diretora de Relações Culturais da ALJUG. Membro da ACE - Associação Cearense de Escritores. Este Blog é dedicado a todos os amantes da poesia e que possamos através dela, unir horizontes, atravessar oceanos, iluminar os corações, alegrar os solitários, apaziguar a alma, multiplicar as amizades, eternizar as emoções. Sejam bem vindos!*** Livros Publicados: POETAR É PRECISO - 1° edição 2010 ** A PELE QUE HABITO - 1° edição 2013.

1 de jul de 2011

Vencedora do III Prêmio Literário Canon de Poesia 2010 - Poema Folha


Agradeço à Canon do Brasil e ao júri que escolheu meu poema vencedor "Folha", pela publicação neste primoroso Livro de Poesias o qual recebi com extrema felicidade! Parabenizo também aos demais Escritores Vencedores, pois ser escolhido e premiado entre mais de 3.000 participantes é uma grande realização. O que me incentiva ainda mais a continuar escrever. Incentivos como este da empresa Canon do Brasil, poderiam e deveriam ser exemplo, pois, infelizmente há ainda pouca ajuda e ou suporte das grandes mídias e empresas de diversos segmentos à cultura e à literatura de novos escritores...
Obrigada a todos que participaram direta e indiretamente para que este Projeto pudesse ser realizado. Sinto-me honrada em fazer parte desde livro.


Márcia Cristina Lio Magalhães
Poema Folha - Página 57 e 58



Eu sou a folha que cai
Sobre a neve fria das incompreensões.
O verso das canções serenas,
A morte que chega aos corações...

A margem,
A proa,
O barco
Sou parte das pedras, cristais...

O sangue que chora
A morte...
Sou avenidas, faróis
Reflexos
Sou o asfalto,
O negro inverso!

O vento,
A brisa,
Sou as manhãs,
A música,
A nota,
A dor dos corações...

Os olhos
Os sorrisos
Das crianças, as interrogações...

As gotas de chuva
O grito da terra seca
O inverno
O outono
A primavera eterna!

Sou areia,
Deserto,
Sou o livro sobre a mesa...

A página ao acaso,
Sou ponto,
Da vírgula, tristeza...

10 comentários:

  1. Minha querida Márcia.
    Quem tem valor, merece ser recompensado. E tu tens valor, podes ter a certeza disso. Um aplauso da minha parte.
    Meu beijo e meu carinho de sempre.
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. Meu querido amigo Gil, tuas palavras atravessam oceanos e pousam no meu coração com extrema felicidade! Ter amigos como tu é privilégio de poucos! Obrigada, sempre e muito, pela presença e proximidade com que me brindas esta amizade!!

    Carinhoso abraço!

    ResponderExcluir
  3. ÊÊÊÊ "brima", brilhando intensamente e cada vez mais. Fico imensamente feliz em saber de mais essa conquista, quem sabe fazer merece receber todo reconhecimento.
    Obrigado por compartilhar e muito mais sucesso e luz em sua vida.
    Do "brimo" com emoção
    Universo

    ResponderExcluir
  4. Ei brimo, surpresa boa ocê por aqui...
    Tava sumido heim...
    Fiquei feliz demais em ser uma das Vencedoras, ainda mais diante de 3.000 pessoas...hehehehe
    Agora, é divulgar ainda mais meu "livrim" POETAR É PRECISO né não...rsrs

    Um grande abraço brimo querido!! ;-)
    Matando as saudades...

    ResponderExcluir
  5. Minha queria amiga Márcia (Má de sempre!)...
    Não podia deixar de vir aqui te dar um abraço e dizer o qto fico feliz em saber que minha amiga Má foi e é merecedora não só deste mas de muitos prêmios!! Que este seja apenas o começo de muitos!! Parabéns Má, sucesso sempre! Meu carinho num abraço com mta paz e luz! Rosana

    ResponderExcluir
  6. Estimada e querida amiga Rô, seu abraço chegou-me com uma luz azul imensa, cheia de paz, como vc bem desejou... Obrigada!
    Tua amizade ilumina meu coração e preenche de alegria a minha vida!

    De almas dadas sempre querida amiga!
    Vc mora no meu coração, não se esqueça...

    beijo grande!

    ResponderExcluir
  7. Má,
    em boa hora retomei a minha actividade blogosférica. fiquei contentíssima por saber que ganhou este prémio. parabéeeeeeeeeeeens! você merece.
    e este é um dos seus poemas meus preferidos.
    beijo no seu <3

    ResponderExcluir
  8. Obrigada querida Em@, também eu fiquei feliz, e este poema sabes bem, gosto demasiadamente...
    Fará parte de meu próximo livro sem dúvida!!

    Beijos e sorrisos, vários!!

    ResponderExcluir
  9. Obrigada Janice! Sê bem vinda!
    Faz deste cantinho teu tbm e volta...

    Abraços...

    ResponderExcluir

Olá, fico feliz que estejas aqui! Agradeço por deixar um aceno, uma palavra, um pontinho que seja da tua opinião.
Faz deste cantinho teu também e volta, sempre! Deixo um beijo, com sorriso... Márcia Magalhães